Início - MP se Manifesta Pelo Indeferimento da Candidatura de Wilson Paraná

MP se Manifesta Pelo Indeferimento da Candidatura de Wilson Paraná

O Ministério Público Eleitoral manifestou contrário ao registro de candidatura de Wilson Aparecido Anastácio, Wilson Paraná, que tenta concorrer à reeleição ao Legislativo.
A representação de impugnação de candidatura foi proposta pelo também candidato ao cargo de vereador, Lucas Progiante, do Republicanos, alegando a condenação de Paraná, em segunda instância, em ação de improbidade administrativa, na qual apurava-se a suposta rachadinha (tomar para si parte dos salários dos assessores).
No parecer, assinado pelo promotor Antonio Bandeira Neto, consta: “o Impugnado foi condenado pela prática de ato doloso de improbidade administrativa, alcançado pelas disposições da Lei da Ficha Limpa, tendo em vista que reconhecida a ocorrência de enriquecimento ilícito. E os documentos ora juntados dão conta de que a decisão do E. Tribunal de Justiça de São Paulo, órgão colegiado que confirmou condenação de primeira instância, foi publicada em 25 de setembro de 2020, a partir de quando está ele inelegível. Como ainda não transcorreram os oito anos de inelegibilidade, que são contados apenas a partir do integral cumprimento da pena (verifica-se que ele ainda não iniciou a pena, eis que ainda não houve o trânsito em julgado), percebe-se que o Impugnado tem óbice intransponível à sua candidatura. Ante o exposto, o Ministério Público se manifesta pela PROCEDÊNCIA da ação de impugnação e, em consequência, pelo INDEFERIMENTO do pedido de registro de candidatura de WILSON APARECIDO ANASTÁCIO para o cargo de Vereador”, consta.
O processo ainda está em andamento e depende da decisão do Juiz da 40ª Zona Eleitoral de Catanduva, José Roberto Lopes Fernandes.

Karla Konda
Editora Chefe