Cidades

Monumento Dedicado à Paz é Inaugurado Em Santa Adélia

Com o intuito principal de semear a cultura da paz, foi inaugurado o Poste da Paz, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Adelino Honorato Bertolo, a maior unidade da rede municipal. Com o lançamento no dia 1º de junho, a ação foi realizada pela IASE – Instituição de Assistência Social Ezequiel em parceria com a IAM – Instituição Assistencial Meimei, de São Bernardo do Campo, contando com apoio da Prefeitura Municipal.
A inauguração do Poste da Paz foi parte do ‘10º Encontro de Valorização da Vida – Fé na Prevenção’, que contou com oficinas pedagógicas, apresentações culturais, entre outras ações, que tiveram a participação de 150 alunos.
Esse evento foi prestigiado pelo prefeito Guilherme Colombo da Silva (DEM), pelo presidente da Câmara Manoel Carlos Palma, pelos vereadores Jéssica Guerra, Flávio Pinheiro, Antônio Ângelo Caprio e Michel Aranha, além da secretária da Educação, Sandra Simon, do diretor Neto Zanella, alunos, professores, diretores da escola, convidados e voluntários.
“A ideia do Poste da Paz surgiu no Japão em 1955, quando Masahisa Goi, poeta e filósofo japonês, antes de falecer, começou a pensar sobre as consequências da bomba atômica e sobre a própria guerra. Na busca por pensamentos positivos, surgiu em sua mente à frase ‘que a Paz prevaleça na Terra’. Foi o que desejou para o mundo: palavras simples, mas de grande significado que poderiam atingir todos os países, todas as classes sociais, todas as religiões, simplesmente pela energia contida nelas”, conta a nota divulgada pela Prefeitura de Santa Adélia.
Atualmente, há mais de 200 mil postes espalhados em outros180 países, servindo como marcos para lembrar sempre da necessidade de visualizar e rezar pela paz mundial. O Poste da Paz já foi plantado por Dalai Lama, Madre Tereza de Calcutá, Nelson Mandela, Papa João Paulo II, entre outras figuras públicas que dedicaram sua vida à promoção da paz na terra.
“Todos buscamos a paz. Este evento incentiva, não só pela inauguração do monumento, mas também através das oficinas, que todos lutem pela paz, para termos um mundo melhor. Com esse intuito que viemos participar e dar nosso apoio”, disse o prefeito santadeliense.
“Em meio a tanta violência – desde as agressões cotidianas, no seio da família, às guerras e atentados terroristas, ainda surgem, em várias partes do mundo, pessoas e instituições em defesa da paz. E a inauguração deste monumento mostra que em Santa Adélia também estamos em busca da paz”, finalizaram os organizadores.

Da Reportagem Local