Início - Menino está desaparecido há 3 dias

Menino está desaparecido há 3 dias

A Polícia levanta a possibilidade de o garoto que está desaparecido ter sido sequestrado.

Desde o último sábado policiais de Catanduva e região estão mobilizados para localizar um menino de quatro anos, Nicolas Fuzzaro Mori, morador de uma fazenda de Catiguá, que desapareceu do local durante a manhã  e ainda não foi encontrado.
As buscas estão sendo feitas pelo Corpo de Bombeiros, Polícias Militar e Ambiental, além do auxílio de cães farejadores e helicóptero Águia e investigação pela Polícia Civil.
De acordo com o Major do Corpo de Bombeiros, Ricardo Garcia Salem, o trabalho foi intensificado durante todo o dia de ontem, com o objetivo de localizar a criança. “As buscas realizadas durante o sábado e domingo aconteceram em um perímetro de um quilômetro em torno da fazenda. Já na manhã de ontem, estendemos as buscas para quatro Km em volta do local onde o menino desapareceu”.
Ele afirma que a área da fazenda é muito perigosa, composta por canaviais, matas fechadas, além do movimento de veículos devido à proximidade da Rodovia e um rio que corta a propriedade.
“Estamos trabalhando com todas as possibilidades para tentarmos localizar a criança. As buscas estão sendo realizadas por mais de 20 homens, entre polícia ambiental, bombeiros, canil e policiamento ostensivo”.
Durante as buscas no último domingo, um caminhoneiro que transitava sentido Catanduva-Elisiário afirmou ter visto uma criança caminhando pela pista.
“Nós nos deslocamos para o local, com duas equipes dos bombeiros, uma equipe do policiamento ostensivo e o helicóptero Águia. Ao chegarmos ao local, tivemos a informação através de moradores de um sítio próximo, de que as crianças da região haviam combinado de brincar, por isso algumas estavam se deslocando até o sítio”.
Salem ainda afirma que as buscas continuam e o objetivo é localizar a criança o mais rápido possível.

COMO ACONTECEU

A família do garoto está muito aflita por não ter notícias concretas. A mãe de Nicolas, Síbrian Fuzzaro Mori, afirma que o menino estava dormindo com ela quando o pai chegou às 7 horas do sábado e deitou com os dois na cama.
“A porta do quarto estava trancada com cadeado, mas ele conseguiu abrir a porta e saiu. Quando acordamos, às 9 horas, ele não estava mais na cama e saímos à procura dele”.
Ela conta que algumas pessoas afirmaram ter visto o menino brincando em um ferro-velho da fazenda. “Ele sempre brincava no quintal ou na casa do vizinho e nunca saía para longe. Até agora não temos nada de concreto e não temos nenhuma informação. Já estão suspeitando que alguém tenha levado ele daqui, mas até então é somente suspeita”.
“As últimas horas estão sendo péssimas para mim e espero que Deus ajude a encontrá-lo”.
No dia do desaparecimento, Nicolas estava vestido com uma calça de moletom preta e uma camiseta azul, com estampa nas costas.
“Ele é hiperativo, agitado e muito inteligente, além de memorizar os locais onde passa. Nicolas tem apenas quatro aninhos e só sabe o nome do pai e da mãe, nunca tivemos a preocupação de ensinar o endereço para ele”.
Ela pede que se alguém tiver qualquer pista, que ligue para a Polícia Militar, com o telefone 190 ou para o Corpo de Bombeiros, 193.

INQUÉRITO
De acordo com o delegado da Polícia Civil de Catiguá,  Helvio Bolzano, ontem foi instaurado um inquérito policial para averiguar a possibilidade de Nicolas ter sido seqüestrado.
“O Corpo de Bombeiros e a Polícia Ambiental realizaram uma busca detalhada nos arredores da fazenda e não encontraram nenhum sinal do menino, nem de acidente, por isso que o sequestro pode ser possível”.
Ele ainda afirma que existem alguns suspeitos e a Polícia está trabalhando para resolver o caso.
“As investigações são muito recentes. Estamos ouvindo testemunhas e alguns suspeitos”.
Ele também afirma que na última segunda-feira, um homem foi detido para averiguação, pois uma testemunha afirmou à Polícia que viu o referido homem em um veículo Pálio com uma criança próximo à fazenda.
“Colhemos o depoimento do suspeito, mas ainda não temos nada comprovado”.

%d blogueiros gostam disto: