Início - Marapoama Realiza ‘1º Caminhacão’ Contra Maus-Tratos A Animais
Cidades

Marapoama Realiza ‘1º Caminhacão’ Contra Maus-Tratos A Animais

Pessoas se concentraram na Praça da Matriz e subiram pelas ruas de Marapoama

Evento contou com sorteio de caminhas, casinha de madeira e outros itens para os animais

Por meio do Setor de Meio Ambiente, a Prefeitura de Marapoama realizou a ‘1ª CaminhaCão’, uma caminhada em manifestação contra os maus-tratos a animais. A concentração aconteceu na Praça da Matriz e seguiu pelas ruas da cidade. O intuito da caminhada, realizada dia 10 de agosto, foi o de sensibilizar a população para os maus-tratos de animais em situação de abandono nas ruas que ocorre com frequência, inclusive contra os cães e gato que constantemente são agredidos.
“O evento, que teve o sorteio de caminhas, casinha de madeira, coleiras, bebedouros, brinquedos, banhos, tudo doados pelos dois Pets da cidade, contou com a participação de 33 cachorros. Ao final do evento, duas bicicletas foram sorteadas entre os participantes”, ressaltou a Prefeitura através de nota oficial.
De acordo com a responsável pelo Setor de Meio Ambiente, Sonia Scaldelai, a ideia surgiu a partir de quando passou a acompanhar os trabalhos de castração dos animais de rua para evitar a proliferação de animais. “Na medida em que você diminuiu a quantidade de animais que vão se reproduzir, consequentemente diminui-se a quantidade de animais abandonados”. Na fala, ela diz a respeito do projeto para a castração responsável de animais foi apresentado pelo prefeito Márcio Perpetuo Augusto (SD), após a indicação do vereador Dirceu Pardim (PTB). “São ações como essas que ajudam impedir que absurdos contra animais não ocorram mais no município, mas o mais importante é a conscientização da população”.
Além disso, a campanha também possuiu a intenção de orientar também os tutores de animais que são usados para trabalhar e durante todo o dia são agredidos e deixados sob sol e chuva, sem água e sem sombra. Durante a manifestação, uma faixa foi exposta para que a população pudesse se engajar à caminhada e juntos entender sobre os cuidados e direitos dos animais abandonados nas ruas.

Da Reportagem Local