Cidades

Mais do Que Pai, o Melhor Amigo do João Pedro

Pai Aldo e filho João Pedro são melhores amigos Divulgação/ Arquivo Pessoal
Assine O Regional Online

Ser pai vai além de vestir, alimentar, levar a escola, educar. Ser pai é dar a vida por um filho, é ajudar, é querer um futuro melhor, uma vida melhor. É chegar cansado do trabalho e com um simples abraço apertado do pequeno, ganhar forças para qualquer coisa. Neste domingo, dia dedicado a eles que são os nossos herois, conheça a história de Aldo Eurico Brusgui que explica que o filho foi um presente de Deus. Mais do que pai, ele é o melhor amigo do João Pedro que tem cinco anos.

Em entrevista ao O Regional, Aldo conta que descobriu que seria pai em outubro de 2011. “Foi um momento inexplicável, muita alegria, pois estava recebendo no momento, um presente de Deus, receber uma notícia como esta é muito emocionante, difícil de explicar”, conta.

Ele conta que com a paternidade, até mesmo ele mudou com seus gestos e atitudes. “A maneira de pensar (mudou), onde passo a ter inteira dedicação ao meu filho. Total responsabilidade, o futuro do filho é de extrema responsabilidade dos pais”, complementa.

Aldo explica que com a chegada de João Pedro, também surgiram outras responsabilidades. “Assim que temos esta grande responsabilidade em nossas mãos, a dedicação a ele passa a fazer parte de cada segundo da vida de um pai”, explica.

Sobre o que deseja para o futuro do filho, Aldo conta que pretende dar a João Pedro condições necessárias que ele se torne um bom profissional. “A altura de manter uma família e as necessidades que possam surgir no caminho da sua vida”, disse.

A importância da paternidade na vida de um homem vem desde o principio da vida na terra, onde já havia o contexto da família, explica Aldo. “Deus fez o homem e deu- lhe uma companheira a fim de povoar a terra e dentre tudo isso ter uma família onde pudesse compartilhar ideias, ter momentos de amor e carinho um pelo outro, onde nos momentos de alegrias e tristeza um pode ajudar o outro”, conta.

A presença de um pai na família vai além, vai até a busca por um futuro melhor para os filhos. “O mais importante da vida da família é a presença de um pai. Tendo uma extrema responsabilidade em manter o lar, e ainda mais, dar ao filho a educação e todas as condições necessárias para ter um futuro melhor e ser um cidadão de bem. O papel de um pai é de grande importância não só na família, mas principalmente perante Deus onde temos como objetivo ensinar o filho de maneira aprovada por Deus assim como ele nos criou”, ressalta.

Aldo ressalta que faz questão de ensinar ao filho a crença em Deus e seus santos. “Além de orar, ter carinho e fazer o bem ao próximo”, disse.

Além de ser pai do pequeno, ele aponta que pretende fazer parte da vida dele o tempo todo, compartilhando músicas, trabalhos e lazer juntos. “Gostaria de desejar aos pais de nossa cidade muitas felicidades. Que Deus possa estar na vida de cada um em cada segundo. Não importa a condição (financeira), que amor e carinho de ser pai não perca o valor. Que Deus abençoe  a todos”, finaliza.

Cíntia Souza

Da Reportagem Local