Cidades

Mais de 1,6 Mil Doses de Vacina Contra o HPV São Aplicadas em Catanduva

Ministério da Saúde aponta que a vacina HPV previne vários tipos de cânceres (Divulgação)

Exatas 1.619 doses de vacina contra o vírus do HPV (Papilomavírus Humanos) foram aplicadas em Catanduva. A Secretaria Municipal de Saúde fez apelo para que pais levem meninos de 11 a 14 anos e meninas de 9 a 14 anos até a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima para serem imunizados.
“A recomendação é de que seja apresentada a carteirinha de vacinação para avaliação pela equipe de saúde. As unidades dos bairros desenvolvem ações de divulgação e fazem busca ativa por adolescentes nessa faixa etária para que todos sejam imunizados. Até o momento, não há previsão de campanha de vacinação contra o HPV”, informa o setor. A quantidade de jovens que devem ser imunizados não foi divulgada.
A nível nacional são mais de 20 milhões de adolescentes que foram convocados pelo Ministério da Saúde para serem imunizados. O objetivo é o de vacinar 9,7 milhões de meninas de 9 a 14 anos e 10,8 milhões de meninos de 11 a 14 anos. Para garantir a vacinação deste público, o Ministério da Saúde investiu R$ 567 milhões na aquisição de 14 milhões de vacinas. A vacina HPV protege contra vários tipos de cânceres em mulheres e homens.
Desde quando foram incorporadas no Calendário Nacional de Vacinação, as doses foram aplicadas em quatro milhões de meninas que buscaram as unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) para completar o esquema com a segunda dose, somando no total 41%. Na primeira dose foram quatro milhões de meninas protegidas, o que corresponde a 63,4%. “É importante alertar que cobertura vacinal só está completa com as duas doses, por isso quem tomou a primeira dose deve voltar aos postos após seis meses”, explicou a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, Carla Domingues.

Proteção contra o câncer
O Ministério da Saúde aponta que a vacina contribui com a redução da incidência de cânceres nas mulheres e homens. “No mundo, dos 2,2 milhões de tumores provocados por vírus e outros agentes infecciosos, 640 mil são causados pelo HPV. A vacina utilizada no país previne 70% cânceres do colo útero, 90% câncer anal, 63% do câncer de pênis, 70% dos cânceres de vagina, 72% dos cânceres de orofaringe e 90% das verrugas genitais. Além disso, as vacinas HPV protegem contra o pré-câncer cervical em mulheres de 15 a 26 anos, associadas ao HPV16 /18. As vacinas é segura e não aumenta o risco de eventos adversos graves, aborto ou interrupção da gravidez”, informa o setor.

Cíntia Souza
Da Reportagem Local

Tags