Início - Maestro Carlos Moreno Retorna a Catanduva Para Apresentação

Maestro Carlos Moreno Retorna a Catanduva Para Apresentação

Maestro volta a Catanduva para apresentação com a OSCA (Divulgação/Arquivo Pessoal)

O maestro Carlos Moreno vai retornar para Catanduva nesta semana para apresentação. O concerto será na quinta-feira (6) a partir das 20 horas no Sesc. Foi aos 15 anos que ele regeu pela primeira vez uma orquestra. Moreno veio pela última vez para a Cidade Feitiço em 2016.
Em entrevista ao O Regional, ele fala que essa volta é uma forma de colaborar com o trabalho do Maestro Misael Salustiano da OSCA. “É trabalhar com a certeza de estar fazendo parte de algo que já se provou ser necessário e transformador de realidades para os jovens da cidade”, explica.
Sobre o repertório que não pode faltar nas apresentações, Moreno conta que é importante comentar que o que considera ser importante é aplicar o mais alto e possível conceito de qualidade e referências artísticas, valorizando o nível técnico e pensando sempre no público que prestigiará a apresentação.
Sobre a experiência que vai passar para os jovens da Cidade Feitiço nos ensaios de quinta, ele fala: “Procuro aproveitar a minha estadia compartilhando ao máximo o conhecimento e experiência que tive ao longo destas mais de 45 de vivências, desde minha infância musical. Dai a importância de realizar atividades como oficinas, masterclasses e aulas”, complementa.
Sobre o diferencial visto em Catanduva, ele cita o professor Misael. “Que com uma dedicação rara e sincera se faz perceber em seus alunos uma forma de entrega, foco e musicalidade que só encontrei neste trabalho”, reforça.
Moreno já atuou no Brasil, na Europa, nos Estados Unidos e na Ásia. Sobre as regiões que sonha tocar, ele cita a Espanha. “Recentemente eu e minha esposa estivemos na Espanha e nos apaixonamos por esta cultura que faz parte de meus antepassados. Por que não esta nova vivência”, diz.
Autor do livro “Do arteiro ao artista: caminhos cognitivos para a aprendizagem escolar” voltado para professores e professoras que querem despertar o interesse em aprender, em descobrir o novo para cada aluno, Moreno considera que a música é a linguagem universal que aproxima o ser humano de toda criação. “Considero ser importante impregnar esta música de boas mensagens, bons sentimentos e gerando sempre boas ações seja lá onde eu estiver”, afirma.
A música clássica na vida dele é considerada tudo. “Minha esposa também é violinista, quer dizer, o nosso lar é um lar musical, intensamente musical. E para mim a música clássica é um caminho, na verdade, um caminho que serviu pra mim tanto que quando eu penso de onde eu vim o quanto eu caminhei aonde eu cheguei eu imagino que isso é um caminho aberto a tantas crianças, as crianças aqui de Catanduva através do maestro Misael através desse trabalho. A música clássica eu defino como é um caminho de transformação para o melhor”, disse.

Cíntia Souza
Da Reportagem Local