Cidades

IPT e Casa Militar São Parceiros em Planos de Gestão de Riscos

Propor soluções inovadoras para o desenvolvimento e a eficiência dos planos de gestão e gerenciamento de riscos, e também para ações preventivas e emergenciais, é o principal objetivo do convênio assinado entre o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e a Casa Militar do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC), válido por um período de dois anos.
As ações serão realizadas em todos os municípios do estado de São Paulo e o plano de trabalho contempla seis frentes: apoio tecnológico no atendimento à recuperação de obras emergenciais; desenvolvimento de um caderno técnico de obras; prestação de serviços para apoio a políticas públicas; assessoria e apoio a assuntos prioritários; treinamento de equipes municipais e de órgãos correlatos às atividades de Defesa Civil junto à CEPDEC e, finalmente, atividades de educação para formação de cultura de prevenção com comunidades em escala estadual.
O convênio de cooperação técnica prevê a realização de vistorias técnicas de campo das partes aparentes de obras públicas localizadas no estado, com elaboração de relatórios para cada obra contendo a descrição dos principais aspectos geológico-geotécnicos e estruturais locais, assim como os resultados da vistoria técnica de campo.
Um caderno técnico de obras será criado para que os municípios possam desenvolver seus projetos de acordo com as normas técnicas vigentes, contendo modelo de plantas, planilha orçamentária, memorial de cálculo e memorial descritivo.
O convênio prevê também a prestação de serviços tecnológicos para apoio a políticas públicas com ênfase em prevenção, atendimento de emergências e recuperação, tendo como foco a investigação e controle de erosão e assoreamento; a identificação, análise e gestão de riscos e desastres naturas; a prevenção, avaliação e investigação de acidentes industriais.
Além disso, o convênio inclui o apoio de pesquisadores e técnicos do IPT para a elaboração de conteúdo e participação em oficinas anuais de capacitação para os agentes municipais de proteção e defesa civil.