Cidades

Inspirado em Atletas de Catanduva, Lucas Sonha em Ser Destaque no Esporte

Catanduva é um celeiro de grandes atletas. Do município já saíram atletas como Alex Sandro, que atua como lateral-esquerdo, no Juventus Football Club e também, Altobeli Santos da Silva, que foi destaque nos Jogos Pan Americanos em Lima (Peru), escrevendo assim seu nome na história do Atletismo. Com inspiração nesses atletas, Lucas Carvalho busca diariamente oportunidade para mostrar o seu talento. Hoje o jovem tem 25 anos, mas foi aos 22 que descobriu o amor pelo atletismo.
“Eu vivi em orfanato por 5 anos, logo depois fui adotado pela minha tia, apesar de todo o apoio dos meus familiares, sempre enfrentamos muita dificuldade financeira. Aos 17 anos acabei encontrando no Futebol um refúgio para oferecer uma qualidade de vida melhor para os meus familiares. Infelizmente, nessa modalidade não tive sucesso e aos 22 anos descobri minha paixão pelo atletismo”, comentou Lucas.
O amor e dedicação do jovem no mundo do atletismo trouxe muitas conquistas para Catanduva. “Em 2017 iniciei a corrida no Team Vaqueiro, depois fui para competições nos Jogos Regionais, onde fiquei entre 5 primeiros colocados na prova de 10.000m, também em 4º lugar nos 5.000m. Em 2018, comecei com corridas de rua e conquistei o 1º lugar na Band Run, em São José do Rio Preto, também em primeiro no 2º ACE Running Parque Cambuí, 2º Running Itápolis, Corrida do Pedestre, em Paraíso,” detalhou.
Para participar dos jogos o atleta teve que submeter a situações difíceis. “Muitas vezes realizei viagens sem condições para conseguir meu espaço no mundo do atletismo, dormi em rodoviária, em albergue, mas o que sempre me motivou foi e é o meu sonho em ser um grande atleta”, ressaltou.
Lucas sonha em ser um atleta olímpico e tem como objetivo trazer projetos que ofereçam oportunidade para quem sonha em entrar no mundo do esporte. “Apesar das dificuldades que enfrento, sonho em representar bem a minha cidade e o meu país. Reconheço que estou em processo, mas sei que vou conquistar o meu espaço no mundo do atletismo. Atualmente, conto com o apoio dos meus familiares, amigos e de alguns patrocinadores, mas ainda não posso treinar em tempo integral. Desejo um dia exercer a profissão de um atleta profissional, e me inspiro em grandes nomes no esporte, como o Altobeli, Alex Sandro. Pretendo oferecer ajuda através de projetos para aqueles que sonham em entrar no esporte. É da periferia que vieram os maiores talentos da nossa cidade, onde nascem as joias raras”, finalizou o atleta.

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local