Cidades

Infestação De Escorpião No INSS De Catanduva Causa Medo

A equipe do O Regional recebeu uma denúncia de um usuário do INSS, no dia 17 de abril, que dizia que o lugar estava infestado de escorpiões. Não demorando muito Carlos Bodor, usuário do INSS, também nos procurou para o mesmo assunto, mas dizendo que na hora que estava no local uma faxineira do INSS foi picada por um escorpião, ela foi levada ao UPA na mesma hora.
Entramos em contato com gerente do INSS de Catanduva que nos informou que somente a parte de Comunicação Social poderia responder sobre o ocorrido.
Alguns funcionários que não quiseram se identificar disse que o prédio tem muitas baratas onde o escorpião é atraído por elas.
Entramos em contato, no dia 18, com a parte de Comunicação do INSS que no momento não poderia nos responder, pois teriam que entrar com uma averiguação, mas prometeu que nos responderia em breve.
Na tarde de ontem, 23, recebemos um e-mail da Comunicação Social do INSS que dizia “Em relação ao ocorrido com a faxineira, os servidores do INSS prestaram auxílio imediato e a levaram para a unidade de Saúde da região, não tendo ocorrido problema grave. Esclarecemos que o aparecimento de escorpiões ocorre não somente no INSS, mas em vários locais do município, conforme informação da própria prefeitura, em visita à unidade do INSS. Para evitar o problema na Agência do INSS, o Instituto contratou empresa para tratar desse assunto, que aplicou produto para combate a escorpiões em novembro do ano passado e em março deste ano. Como ainda continuaram a aparecer escorpiões, o INSS, por meio de ofício, notificou a prefeitura, que enviou Técnico de Saúde no dia 17 de abril, para dar orientações. O INSS tomou medidas no interior da Agência e está seguindo orientações da prefeitura para evitar a entrada dos escorpiões na unidade. Assessoria de Comunicação Social do INSS/SP”.

Ariane Pio
Da Reportagem Local

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

/* ]]> */