Início - Falta de água prejudica moradores
Cidades

Falta de água prejudica moradores

A interrupção constante no fornecimento de água revoltando moradores

A interrupção constante no fornecimento de água no bairro Jardim Bela Vista está revoltando e trazendo diversos prejuízos aos moradores.
Nas ruas Barretos e Americana todos os dias, há uma semana, o fornecimento de água é interrompdo por volta das 12 horas e só  restabelecido após as 17 horas.
“Todos os dias nós enfrentamos isso aqui. É revoltante. A conta de água é paga, está tudo em dia e a água é cortada no momento em que nós mais precisamos”, desabafa o aposentado Antonio Cunha Filho, um dos fundadores do bairro.
Antonio, que é aposentado e atualmente faz trabalhos de pedreiro, sente na pele e no bolso o prejuízo causado pela falta de água.
“Nós trabalhamos com água o dia todo, o serviço pede água, não tem o que fazer. Que jeito que fica sem água o dia todo? Que jeito que trabalha? (sic)”, indaga Antonio.
O pagamento da diária de serventes e pedreiro na intervenção realizada por Antonio, está lhe pesando no bolso, tendo em vista que o funcionário recebe, porém não tem água para trabalhar.
ATUAÇÃO
Conhecedor do trabalhoda SAEC em Catanduva, Antonio analisa que a atuação do superintendente da SAEC está deixando a desejar e apenas piorou a situação do setor na cidade.
“Depois que esse caboclo entrou ele acabou com a SAEC. Aqui nós não tivemos nada de graça, tudo foi pago com o suor do nosso dinheiro, desde a instalação dos ramais de esgoto (sic)”, comenta o morador.
Para o aposentado que atuou por muitos anos na pasta, a SAEC não sabe o que faz  e terá de trocar a rede de esgoto e realizar intervenções na distribuição de água, pois não realiza sangria e outros processos relacionadas à manutenção.
PREFEITURA
A Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva – SAEC – foi questionada e afirmou que: “A SAEC está fazendo um amplo trabalho do Sistema de Distribuição de Água na região dos bairros São Francisco, Jardim Bela Vista e Vertoni. O objetivo é setorizar as redes para melhorar a distribuição de água e diminuir o número de bairros afetados em eventuais interrupções no abastecimento para reparos.
A intenção, segundo a SAEC, é transformar as atuais macrorregiões  em microrregiões. Deste modo, durante o trabalho dos técnicos da SAEC, os moradores desses bairros devem economizar água durante todo o dia, já que o fornecimento será interrompido sempre no período da tarde. Após as 17 horas, a água voltará a ser distribuída normalmente. A expectativa é que os trabalhos sejam concluídos em cerca de dez dias”, finaliza a nota enviada pela pasta.