Cidades

Estudo Aponta Crescimento de 3.3% em Remuneração dos Trabalhadores

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM), em recente estudo divulgado, mostra evolução de Catanduva em diferentes indicadores. Um deles é o crescimento de 3,3% na remuneração dos trabalhadores, aliado ainda ao aumento de estabelecimentos empresariais em 4%.
No total, Catanduva teve resultados positivos em 13 indicadores. Os índices compõem a Mandala, ferramenta que visa diagnosticar, monitorar e avaliar o desempenho dos municípios brasileiros.
A pesquisa não é aberta a todos. É ferramenta que pode ser usada pelos gestores municipais, mas depende de um cadastro na Confederação Nacional.
De acordo com informações da assessoria de comunicação da prefeitura, no Perfil Institucional, o índice de Equilíbrio Fiscal merece destaque com aumento de 42,8%. A Transparência também aumentou, desta vez em 18,6%. Quando é analisado o Perfil Econômico, a evolução dos empregos formais chegou a 35,8%. Já o PIB teve acréscimo de 2,2%.
O Indicador Social destaca melhora de 27,6% nos trabalhos de acompanhamento aos nascidos vivos com baixo peso. Quanto às ações para a redução na taxa de homicídio de mulheres, a Mandala exibe desempenho positivo para Catanduva, com melhora em 26,2% nos indicadores.
O trabalho de combate à mortalidade infantil também aumentou, desta vez em 19,6%. A atuação no cuidado com pessoas que sofrem com o abuso de álcool e outras drogas registrou salto de 10,6%. Com a queda na taxa de homicídios por 100 mil habitantes, houve avanço no indicador social em 4,6%.
O Meio Ambiente somou outro ponto positivo para a cidade, com aumento no índice de coleta de esgoto urbano, com índice de 22,1% no estudo. Como maiores evoluções, Catanduva foi destaque em indicadores como paz, justiça e instituições (49,37%), saúde e bem-estar (42,13%) e água potável e saneamento (31,56%).
O prefeito Afonso Macchione Neto destaca o desempenho e os trabalhos desenvolvidos na cidade, para garantir resultado ainda mais positivo para esse novo ano. “Apesar das adversidades, atuamos de maneira a proporcionar maior qualidade de vida para a comunidade, atraindo investimentos, emprego e renda”, comenta.

Karla Konda
Editora Chefe