Início - Está tudo seguro mesmo?

Está tudo seguro mesmo?

Editorial
No próximo ano o Brasil sediará a Copa. Vários estádios foram reformados e muitos foram construídos. O objetivo das reformas foi deixar os estádios prontos para a Copa de 2014 e já testá-lo para a Copa das Confederações. Mas muitos estão com as obras atrasadas e alguns já tiveram queixas registradas no Ministério Público, deixou muitas pessoas preocupadas e coloca em dúvida a segurança de todos os estádios que foram reformados para a Copa. Nos últimos anos foram freqüentes as notícias de que muitas obras estavam atrasadas. E se tudo é feito com pressa, a qualidade do serviço pode ficar a desejar. E depois querem que os torcedores vão até os estádios despreocupados? Desde quando as reformas nos estádios começaram, só se fala em irregularidades e sempre tem algo errado ou que não saiu como estava no projeto. A verdade é que o Brasil ainda é amador em questão de grandes obras a curto prazo. Tem estádio que ainda não ficou pronto e a partir de agora começa a corrida contra o tempo e vira aquela verdadeira ‘bagunça’ para deixar tudo pronto para o próximo ano. Essa questão do Maracanã pode servir de exemplo para que todos os outros locais que deverão receber um grande número de público no próximo ano sejam vistoriados com mais freqüência e, dessa maneira, garantir locais com segurança à população do Brasil e aos visitantes.