Cidades

Especialista Alerta Sobre as Viroses que Podem ser Contraídas no Carnaval

FOLIÃO deve tomar cuidados redobrados para evitar as viroses respiratórias (Divulgação)
Assine

“Muitas pessoas em um mesmo ambiente aumentam as chances de doenças, pois fica mais fácil contrair algum tipo de vírus”, alerta o especialista professor doutor Marcelo Macchione, pneumologista. O especialista afirma que nesta época do ano, período de Carnaval, é comum o aumento no número de viroses e os foliões devem ficar atentos a alguns cuidados.

A grande concentração de pessoas, o cansaço e a alimentação inadequada são fatores que contribuem para “pegar” as famosas viroses.

“A maioria dessas doenças é transmitida por via aérea. Por isso que dizemos que muitas pessoas em um mesmo ambiente aumentam as chances de doenças, pois fica fácil contrair algum tipo de vírus. Os vírus respiratórios, principalmente dos grupos influenza, adenovírus, rinovírus e outros podem causar gripes, faringites, amigdalites e resfriados”, aponta Macchione.

De acordo com o especialista, geralmente, as “viroses” respiratórias acometem os foliões nos primeiros dias pós-festa, tendo como principais sintomas a coriza, lacrimejamento, espirros, irritação de garganta, tosse e febre.

“Todas essas doenças são transmitidas por contato direto através do aparelho respiratório e tem período de incubação de 36 a 48 horas. Os indivíduos que fazem parte dos grupos de risco para complicações devem ficar atentos e estar com a carteira de vacinação em dia. Evitar contato com pessoas gripadas também é importante. Outras dicas são beber bastante água, comer alimentos leves e lavar sempre as mãos. Esse cuidado é fundamental, já que no Carnaval é comum que as pessoas peguem em vários lugares e cumprimentem pessoas, além de abusarem de bebidas alcoólicas e comidas gordurosas”, completa.

Ainda de acordo com Macchione, se os sintomas persistirem, a orientação é procurar ajuda médica.

“Vá até o hospital ou a uma unidade de atendimento para que seu caso seja avaliado. Não postergue o tratamento, pois uma simples virose, se não tratada, eventualmente pode evoluir para quadros mais graves que exijam até mesmo internação”, conclui o pneumologista.

Karla Sibro
Da Reportagem Local



Assine O Regional

Digital Mensal
R$19,90 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso (Sáb e Dom)
R$41,70 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$65,90 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo