Cidades

Domingo Termina Com Quatro Incêndios Em Catanduva

No inicio da noite de domingo (8) quem estava entre começo da Avenida Jose Nelson Machado até perto do Conjunto Esportivo podia ver e sentir uma fumaça de queimada poluindo e deixando o ar irrespirável.
Segundo o Capitão dos Bombeiros de Catanduva, José Luciano Val, foram três incêndios em lugares diferentes dentro da cidade- um na Rua Porto Novo, outro na Avenida Daniel Soubhia e outro na Rua Riacho Fundo, e o quatro se tratou de uma queimada na zona rural.
As equipes trabalharam de forma agilizada para o combate do fogo e nada mais grave aconteceu. “Infelizmente, mais uma vez, incêndios aconteceram e isso ajuda a piorar a saúde da população e nada de sério aconteceu graças à rápida ação dos profissionais do Corpo de Bombeiros, mas continuamos enfatizando que as pessoas devem se conscientizar que nesta época de baixa umidade do ar é propício que qualquer fagulha se torne uma queimada de grande proporção”, finaliza o Capitão.
O maior pico de focos de calor ocorre em setembro, época do ano em que o clima está mais seco e, consequentemente, as queimadas se tornam mais frequentes. Mas, se temperaturas altas, clima seco e falta de chuva são fatores que contribuem para o surgimento de focos de incêndio, a intervenção do homem é sem dúvida alguma a principal causa dessas ocorrências, que já estão acontecendo em grande número.
Na semana passada foi registrado, na sexta (6), próximo ao IML de Catanduva, Um incêndio em área urbana. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura existe uma multa de 500 UFRCs – Unidades Fiscais de Referência de Catanduva, além de uma UFRC por metro quadrado ou fração de vegetação queimada caso a pessoa é pega ateando fogo ou para o dono do terreno. O valor total passa de R$ 1.400.
Para controlar as queimadas, o Corpo de Bombeiros deve ser acionado pelo 193. A maior ferramenta da população, para coibir esse tipo de ação criminosa é a denúncia à Patrulha Ambiental, pelo telefone 153, ou à Ouvidoria da Prefeitura, seja pelo 0800-772-9152 ou pelo aplicativo Ouvidoria Catanduva. A ligação pode ser feita de forma anônima, desde que o endereço seja informado, assim como o número ou ponto de referência da área incendiada, alertando sobre a maneira correta de relatar às autoridades em caso de ação criminosa.

Ariane Pio
Da Reportagem Local