Início - Dia de Natal – Jesus é o aniversariante

Dia de Natal – Jesus é o aniversariante

Nas ruas, luzes e enfeites. Lojas cheias. Muita música. Muita festa. Troca de presentes. Uma homenagem a certo personagem chamado Papai Noel.
Nos lares, árvores coloridas, repletas de luzes. Muitos presentes. Na ceia o excesso de comidas e bebidas. Comamos e bebamos à vontade, é dia de festa, de alegria.
Caso um visitante de outro planeta chegasse à Terra, e olhasse a nossa volta, com certeza julgaria estar diante de uma festa pagã. Pensaria que todo nosso tributo seria para um Deus de costumes muito materialistas, um incentivador de consumismo e de alegrias passageiras.
Talvez a única coisa que lembra esse tal aniversariante seja a maneira mais cordial que uns tratam os outros. É a fraternidade tanto ensinada pelo Mestre Jesus, que nos instruiu a amarmos uns aos outros. Na verdade, é claro que nisso exista um pouco de atitudes padronizadas, mas estamos dando ainda nossos primeiros passos no caminho do verdadeiro amor. O excesso de bebidas e as influências a um culto da materialidade traz no Natal muitos acidentes de trânsito, além das consequências sofridas pelo nosso próprio corpo em decorrência de todo tipo de abuso.
Tudo isso em nome de Jesus. Para comemorar o aniversário dele, lembramos de tudo, menos do “aniversariante”.
Será que não está na hora de realmente transformarmos nosso Natal?
É verdade que não é tão simples eliminar anos e anos de costume voltado ao materialismo, e de uma hora pra outra nos tornar plenos de amor e simplicidade, fazendo dessa data uma época de conquistas espirituais e de alegrias sadias, mas podemos pouco a pouco ir introduzindo em nosso lar, nossa família, a ideia de homenagear Jesus presenteando-o com o nosso melhor, com nosso esforço em construir um mundo melhor, sem egoísmo, luxos e vaidades, mas sim cheio de amor verdadeiro aos nossos irmãos carentes, seja de um abraço sincero ou de um presente.
O aniversariante é Jesus, mas somos nós que até hoje reclamamos nossos “merecidos” presentes. Ele é quem espera nosso presente. Ele confia em cada um de nós e espera pelo nosso esforço e transformação, principalmente para a construção de um mundo novo. Quem dera que o Natal seja mais simples e muito mais belo. Então poderemos nos abraçar, todos nós juntos pelo grande ideal do amor que aproxima todas as pessoas, independente de quem sejam, do que tenham, do que merecem. Amar o próximo, esse é o melhor presente que Jesus deseja ao outro, como se fossemos presentear a Ele mesmo.
Um Natal abençoado.

Luiz Gustavo Rotta
Autor da saga de suspense “O CONTADOR”

*ARTIGOS ASSINADOS NÃO REFLETEM A OPINIÃO DO JORNAL O REGIONAL

%d blogueiros gostam disto: