Cidades

De Olho na Economia de Papel e Recursos, Enem Terá Mudanças

As datas das provas já foram definidas para os dias 3 e 10 de novembro
Assine

De olho na economia de papel e recursos, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá mudanças. Uma nova diagramação será feita nas provas. Em Catanduva, centenas de estudantes realizam a avaliação a cada ano. Conforme aponta o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), para a edição deste ano, as folhas de rascunho, que são personalizadas, serão substituídas por espaços em branco nos Cadernos de Questões que servirão de apoio aos estudantes no momento da realização dos cálculos e da redação.
Inep também prevê outras mudanças que gerarão uma economia de R$ 42 milhões para a aplicação de exames e avaliações. “Uma delas altera a forma de obter os dados biométricos dos estudantes. A partir do Enem 2019, será adotada uma pequena esponja que permite a coleta da digital e pode ser utilizada mais de três mil vezes. Antes, isso era feito por uma lâmina de grafite, individual”, informa o setor.
Outra alteração que será vista pelos estudantes está relacionada as capacitações de todos os colaboradores envolvidos com a aplicação. Situação que não é aprovada por alguns profissionais da educação. “O volume de capacitações presenciais será reduzido e as capacitações no formato de Educação a Distância (EAD) serão ampliadas e melhoradas por meio de uma plataforma online. A medida eliminará gastos com passagens aéreas e terrestres, hospedagem, aluguel de salas e auditórios em diversas partes do País”, complementa o Inep em comunicado oficial.
As datas das provas já foram definidas para os dias 3 e 10 de novembro. O edital do exame será publicado ainda neste mês e a partir do dia 1º até o dia 10 de abril, os estudantes poderão solicitar a isenção da taxa ou justificar a ausência na prova do ano passado. O período de inscrições está definido para de 6 a 17 de maio.

Cintia Souza