Início - Curso De Energia Fotovoltaica Recebe Aprovação De 99,5% Dos Alunos, Diz Semdert

Curso De Energia Fotovoltaica Recebe Aprovação De 99,5% Dos Alunos, Diz Semdert

A primeira turma do curso de eletricista com ênfase em energia fotovoltaica, que é oferecido de forma gratuita, chegou ao seu final. O resultado superou as expectativas entre os dez indicadores que foram apresentados. Com 99,5% de notas como ‘bom’ e ‘ótimo’, apenas um aluno considerou regular o indicador ‘disponibilidade de equipamentos, máquinas e ferramentas’. Ou seja, apenas uma nota regular entre 229 notas atribuídas. No total, 23 estudantes fizeram parte do levantamento do curso da Prefeitura de Catanduva.
“No questionário, cada aluno atribuiu uma nota para cada quesito. Entre os itens que fizeram parte da avaliação estavam limpeza e conservação da sala de aula, qualidade das apostilas, livros e textos, cumprimento dos horários, dos objetivos e a preocupação do docente com o aproveitamento dos alunos. O domínio do docente sobre os assuntos tratados não só fez parte do controle como também foi elogiado pelos alunos. O aprendizado na teoria e na prática também superou as expectativas para a maior parte da turma, assim como o conteúdo do curso. O atendimento da recepção também teve resultado positivo”, diz a nota oficial da prefeitura encaminhada à equipe do O Regional.
De acordo com a Semdert – Secretaria Municipal de Desenvolvimento Emprego e Relação do Trabalho, esse tipo de avaliação realizada é uma importante ferramenta para analisar quais são os pontos que merecem atenção especial. No questionário, os alunos também tiveram espaço aberto para comentários, reclamações e sugestões.
Parceria
Os cursos que são frutos da parceria da Prefeitura de Catanduva com o Governo do Estado de São Paulo, por meio do Programa Via Rápida, também tiveram um resultado considerável. “Prova disso foi que 93 indicadores tiveram resultado positivo para o curso de Açougue – Cortes e Manipulação de Carnes. Outros 74 classificaram não só as aulas, como também os objetivos, aproveitamento e equipamentos como bons. Ainda, 18 dos indicadores ficaram como regulares e apenas quatro como ruins”, finaliza a nota.

Da Reportagem Local

%d blogueiros gostam disto: