Cidades

Currículo Pode Dar 60% De Chances Para Novo Emprego

O Currículo deve ser entendido como se fosse um resumo da sua trajetória profissional, indicando o quanto você se esforçou para chegar até o ponto em que está hoje, qual caminho você trilhou e aonde você quer chegar.
Segundo a recrutadora Maris Herculano para se produzir um bom currículo, três ideias básicas devem ser levadas em conta: verdade, simplicidade e eficiência. Essas ideias são simples, mas certamente darão maior credibilidade e confiabilidade ao seu currículo, permitindo ao recrutador encontrar o funcionário ideal e não ter surpresas no momento da entrevista. Maris conta que um bom curriculum eleva 60% de chances de ser contratado ou passar para uma segunda fase.
Ao escrever o seu currículo, a meta deve ser buscar um ponto de equilíbrio. Você não deve acrescentar habilidades (dizer que o seu inglês é fluente sendo que ele é básico, por exemplo) e qualificações que você não tem, já que estas artimanhas são facilmente descobertas. Por outro lado, deixar de falar das suas qualidades e talentos que o diferenciam das outras pessoas pode fazer você perder boas oportunidades.
Outra atribuição importante do seu currículo é ser simples. Os examinadores têm uma enorme carga diária de avaliação de currículos (dezenas e talvez centenas) e não podem (e não vão) perder tempo examinando um documento complexo ou confuso.
O terceiro e último atributo do bom currículo é a eficiência. Ele deve apresentar de forma direta tudo o que o analisador precisar saber sobre você e que tenha relação com a vaga em questão.
Maris explica que para escrever um currículo simples e completo, uma sugestão interessante é dividi-lo em algumas sessões fundamentais: cabeçalho, objetivos, qualificações e características, formação acadêmica, conhecimentos técnicos e especialidades, experiência profissional, línguas, outras informações.
Para a recrutadora trinta segundos é o tempo para analise do curriculum. Esse é o tempo médio que um recrutador demora para saber se um currículo deve ser mantido ou descartado. “Não é novidade para ninguém que o Brasil não está em boa fase, e nesses tempos de incerteza você deve estar preocupado com seu futuro emprego, e estar 100% certo. O currículo é como um cartão de visita, saber fazê-lo é um diferencial” finaliza a profissional.

Ariane Pio
Da Reportagem Local