Cidades

Criança de Dois Anos Engasga Com Semente e Morre em Ibirá

Assine

Uma criança de dois anos engasgou com semente de uma fruta que comia e morreu em Ibirá. O caso foi registrado na tarde da última sexta-feira (4). O enterro foi realizado na manhã de ontem na cidade que faz parte da região de Catanduva. As primeiras informações são de que o menino C.A.S.G foi socorrido pela própria avó. De casa, ele foi encaminhado a Santa Casa de Ibirá, mas o óbito foi registrado pouco tempo depois. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Cuidados
Para os pequenos é difícil entender que um simples brinquedo, ou alimento, ou bebida possam resultar em perigo ou causa de morte. Os pais e os cuidadores devem redobrar a atenção sobre as ameaças comuns à segurança das crianças. “Brincos, pulseiras, anéis, moedas, imãs e pilhas são comuns ao ambiente das crianças e não são impossíveis de serem ingeridos acidentalmente por elas. Tome cuidado e retire de seu alcance. No caso do uso de brincos e colares nas mulheres, é importante não os usar quando se manuseia a criança para evitar a ingestão acidental por elas em uma brincadeira, por exemplo”, orienta a médica Priscila Zanotti Stagliorio.

Alimentos como amendoim, pipoca, frutas e vegetais crus, peixes e frangos, balas e chicletes, uvas, carnes, azeitona, salsicha e leites (especialmente vitaminas) devem ser preparados adequadamente para evitar a ingestão indevida e provocar o engasgo nas crianças, especialmente àquelas que ainda não possuem os dentes molares (dos fundos) que ajudam na trituração. “Para alguns alimentos, é importante cortá-los em pedaços muito pequenos e ou amolecidos (cozidos) para ajudar a ingestão. Evitá-los e seguir as orientações da pediatra é outra dica infalível para não sofrer por teimosia”, complementa.

A orientação da especialista é em primeiro, os pais ou responsáveis no momento em que acontece um engasgo manter a calma para agirem de forma correta e, assim, não colocarem a vida da criança em risco. “Depois, identificar se o quadro é caracterizado por engasgo leve ou crônico. E aí sim iniciar as técnicas apropriadas para ajudar na asfixia por ingestão de corpo estranho – seja ele qual for (estado liquido ou sólido)”, explica.

No caso das crianças maiores de um ano a manobra utilizada se chama Heimlich e “consiste em abraçar a criança (ou adulto) por trás, com uma das mãos em forma de punho fechado (como de um soco) e a outra sobre ela para comprimir a região abaixo das costelas (no diafragma – altura da boca do estomago) em sentido para cima, até que o objeto seja deslocado da via aérea para a boca e jogado para fora, permitindo o retorno dos sentidos e da respiração. Em seguida, leve a vítima imediatamente para um pronto atendimento adequado. Caso ocorra desmaio, é necessário solicitar ajuda emergencial – pelo telefone e fisicamente – para evitar fatalidades”, finaliza.

Cíntia Souza
Da Reportagem Local

Assine O Regional

Digital Mensal
R$21,30 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso(Sáb e Dom)
R$44,60 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$70,50 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo
Digital Anual
R$189,40 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital Anual + ImpressoTerça a Domingo
R$614,10 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo