Cidades

Cratera com 8 metros Atrapalha Motoristas em Vila Roberto

Prefeitura de Pindorama está realizando obra emergencial para recuperar estrada vicinal
Parte da estrada vicinal que liga Pindorama ao Distrito de Roberto foi ‘engolida’ na última semana por uma cratera de oito metros de profundidade e dez metros de largura. O local está interditado para a realização de uma obra emergencial de recuperação. 
De acordo com o engenheiro civil da Prefeitura de Pindorama, Marcio Roberto Villar Carmiello, o asfalto foi engolido pela força da água da chuva, devido a um problema estrutural antigo. ”Há 25 anos havia uma mina de água próxima a estrada e havia  uma ponte de madeira que passava por esta estrada.  Na época o DER (Departamento de Estradas e Rodagem) realizou a pavimentação do local e instalou um tubo de aço galvanizado, mas com o passar dos anos este tubo apodreceu. Como existe a mina, o tubo ficou assoreado, com o assoreamento a tubulação apodreceu e causou rupturas drásticas na estrada”, explicou. 
Ainda segundo o engenheiro, a prefeitura de Pindorama já vinha monitorando a estrada há um tempo em busca de tentar recurso Federal, mas a pavimentação não agüentou as últimas chuvas e cedeu; obrigando uma obra emergencial que vem sendo custeada pelo próprio município, com um orçamento de R$500 mil. 
A expectativa é de que a obra seja concluída em até 30 dias, dependendo da estabilidade do clima. “No local será feito um serviço de drenagem, com a colocação de 300 metros cúbicos de pedras marroada, a instalação de uma nova tubulação de concreto armado, na sequência uma aterro e a pavimentação. A previsão que termine em 30 dias, sem não houver chuvas”, disse. 
Com a interdição, a prefeitura fez um desvio na estrada rural ao lado da pista no sentido à cidade de Itajobi. Durante a noite, o poder público conta com apoio de uma usina de sua região, para fazer uma iluminação solar na via e também disponibilizou guarda 24 horas para dar orientação e suporte aos motoristas que transitarem no local. 
Patrícia Santos 
Da reportagem local
Foto: O Regional

CAMPANHA ICESP

/* ]]> */