Início - Coronavírus: Hemonúcleo Catanduva Alerta Para Falta de Sangue

Coronavírus: Hemonúcleo Catanduva Alerta Para Falta de Sangue

O Regional

OO movimento caiu no Hemonúcleo de Catanduva devido à pandemia do coronavírus. O problema é que a demanda nos hospitais continuam alta, já que os casos de dengue têm tem continuado no município. De acordo com dados divulgados na última quinta-feira, dia 19, afirmam que há 4.088 casos positivos da doença e 3.265 exames em investigação.
O Enfermeiro do Hemonúcleo, Wellington Coquelet informou que não há mais tipagens negativas de sangue. “Já sentimos uma caída nos estoques depois da pandemia do Covid-19. Estamos sem os tipos de sangue negativos de todos os grupos”, comentou.
Para garantir a segurança da população o Hemonúcleo não está realizando agendamento de grupos para a doação de sangue. “Nosso atendimento está em horário normal, mas estamos tomando medidas preventivas em relação ao coronavírus. Por isso, o agendamento de grupos não está sendo realizado, o objetivo é evitar a aglomeração de pessoas no local”, finalizou.
As pessoas interessadas em contribuir com a ação devem ter entre 18 e 65 anos, estar em boas condições de saúde e pesar mais de 50 quilos. Também é recomendado não estar em jejum (evitar alimentação gordurosa nas quatro horas que antecedem a doação) e ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior. Jovens de 16 e 17 anos também podem doar, desde que estejam acompanhados dos pais ou responsáveis legais.
Não podem doar temporariamente pessoas com resfriado curado a menos de sete dias; que estão tomando medicamentos como antibióticos e anti-inflamatórios; que tomaram vacinas a menos de 30 dias; que frequentaram regiões endêmicas de malária a menos de seis meses; que fizeram tatuagem a menos de um ano; mulheres que estão amamentando ou que tiveram partos normais ou cesarianos a menos de 90 e 180 dias, respectivamente.
Também existem diversos impedimentos permanentes para a doação, que incluem pessoas que sofreram convulsões após os dois anos de idade; que contraíram qualquer tipo de hepatite após os 11 anos de idade; que façam uso de drogas injetáveis; além de pacientes com malária, Doença de Chagas, Sífilis, Aids/HIV e doenças associadas ao vírus HTLV, tipos I e II. Todas as orientações necessárias podem ser obtidas na hora da coleta.
É importante que todas as pessoas que compareçam ao local para doar estejam munidas de documento de identificação original com foto recente que permita a identificação, como RG (Registro Geral), CNH (Carteira Nacional de Habilitação), Carteira de Trabalho, entre outros. Demais dúvidas podem ser esclarecidas diretamente no Hemonúcleo de Catanduva que fica localizado na Rua Treze de Maio, nº 974, no centro de Catanduva. O horário de funcionamento é de quarta a domingo das 7 às 13 horas. Outras informações também podem ser obtidas pelo telefone (17) 3522-7722.

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local

%d blogueiros gostam disto: