Início - Comerciantes Afirmam Que Vendas Natalinas Ficaram Estagnadas
Cidades

Comerciantes Afirmam Que Vendas Natalinas Ficaram Estagnadas

CENTRO da cidade estava parado na tarde de ontem (26), movimento era para troca de presentes (O Regional)

As vendas natalinas ficaram estagnadas em 2018. O balanço ainda será fechado no final do mês, no entanto as informações preliminares confirmam que as vendas não atingiram as expectativas. Os comerciantes apontam que esperavam um balanço positivo para 2018.
Conforme informações do presidente da Associação Comercial e Empresarial de Catanduva (ACE) Fernando Alves de Souza as vendas se igualaram com a do Natal de 2017.
“Nós esperávamos um Natal melhor em se falando de vendas, mas infelizmente foi igual ao do ano passado. Mas vamos torcer para que a economia brasileira melhore para 2019”, diz Souza.
A vendedora Daniela Beraldo, que trabalha em uma loja de cosméticos, afirma que o movimento foi fraco. “O movimento deste Natal foi decepcionante. Muito fraco. Durante o dia tinha algum movimento, mas a noite foi fraco, fraco. O povo que vinha para o centro vinha para passear, porque não entrava ninguém na loja para comprar”, constata Daniela.
Em uma loja de roupas que trabalha com preços menores nas mercadorias, o movimento foi maior nos últimos dias. “A loja é nova na cidade, mas as vendas foram ótimas. Nos últimos dois dias o movimento foi maior à noite, mas nos demais dias foi um movimento bom”, informa a vendedora Emili Guerguti.
A vendedora Jéssica Flávia Carvalho também afirma que o movimento foi bom. “A loja oferece produtos com preço acessível então o movimento foi bom. O pessoal vinha comprar para presentear e levava vários presentes”, frisa Jéssica Flávia. Já Marcos Pereira Candeia, gerente da loja em que Emili e Jéssica Flávia trabalham ressalta que as vendas não atingiram as expectativas. “É claro que a gente sempre pensa em vender mais. No entanto, a gente esperava que o movimento fosse melhor por se tratar de uma loja nova na cidade. Porque o novo atrai mais gente para conhecer, mas também tem o outro lado. Por se tratar de ser nova, muita gente ainda não conhece. Ainda não fechamos o mês, mas as vendedoras que são de Catanduva falam que na cidade o movimento depois do Natal é só para as trocas. Em São José do Rio Preto, por exemplo, lá as vendas são boas até o final do mês. Mas de modo geral o movimento foi bom, apesar de a gente esperar que fosse melhor”, observa Candeia.
Em uma lanchonete da cidade, o movimento foi fraco e a direção optou por abrir a noite somente na última semana.
“Foi muito fraco o movimento nesse Natal. A gente abriu só na última semana porque não adiantava abrir desde o início que o comércio abriu a noite”, conta a caixa Tatiane Lorraine Pinotti dos Santos.
A empresária Solange Vicente Ferreira dos Santos também acreditava em um aumento nas vendas. “Este ano nós vendemos o mesmo do ano passado. Gostaríamos que tivéssemos ultrapassado as vendas de 2017. Mas não, ficamos no mesmo montante”, detalha Solange.
Para o presidente do Sindicato do Comércio Varejista da Catanduva, Ivo Pinfildi Júnior, todos os segmentos tiveram uma melhora nas vendas natalinas.
“Acreditamos que a tendência seja para todos os segmentos e que haja uma melhora porque a economia está melhorando. Com isso acreditamos que novos empregos serão gerados. Essa expectativa positiva vai solidificar e vamos ter esse aspecto otimismo que é importante. Quando as coisas caminham com otimismo, esperança que tudo vai melhorar e esse final e ano está melhorando então com expectativa positiva, novos investimentos vão acontecer em Catanduva e a economia vai cada vez melhorar”, acredita o sindicalista.
A expectativa também é estendida para as vendas de 2019.
“O Natal desse ano finalizou positivamente, aquela expectativa que nós já estávamos tendo do meio do ano para cá. Nós já tivemos alta nas vendas: Dias das Crianças, posteriormente a Black Friday também foi positiva e isso criou uma expectativa animadora para esse final de ano e para esse Natal e isso correspondeu. Nós tivemos um movimento muito grande nas lojas conforme foi se aproximando o Natal. A própria data do Natal, na véspera, dia 24, nós tivemos um movimento intenso nas ruas, nas lojas, as pessoas com pacotes nas mãos. Então nós acreditamos que aquela expectativa foi cumprida e acabou se realizando e isso tudo deixa a expectativa também para o ano que vem que está se aproximando que vai ser um ano muito bom e vai continuar com esse crescimento. Acreditamos também que com esse novo governo e com tudo que estamos ouvindo e vendo que a economia vai mesmo se solidificar e nós vamos ter um crescimento com boas vendas melhor”, conclui Pinfildi.

Karla Sibro
Da Reportagem Local