Cidades

Com 376 Casos Positivos, Catanduva Entra em Epidemia de Dengue

Com 376 casos positivos, Catanduva entra em epidemia de dengue. A informação foi divulgada ontem (18) pela Secretaria Municipal de Saúde. A epidemia é considerada, no caso da Cidade Feitiço a partir dos 350 casos da doença. 420 pacientes tiveram exames coletados e aguardam resultado. 474 exames tiveram diagnóstico descartado para dengue. Uma morte pela doença foi registrada neste ano.
A reunião intersetorial da Sala de Situação, foi realizada na manhã de ontem (18). Na ocasião os dados foram avaliados. De acordo com os profissionais que monitoram o avanço do Aedes na cidade, tecnicamente, a situação configura epidemia. “A situação está controlada. Apesar disso, tecnicamente, atingimos um número crítico de casos positivos de dengue”, disse o médico infectologista Ricardo Santaella.
Como estratégia, a secretaria intensificou as ações de combate ao mosquito transmissor da dengue. “Uma das frentes de trabalho consiste em mutirões para orientar moradores e vistoriar imóveis. O serviço conta com atuação da EMCAa (Equipe Municipal de Combate ao Aedes aegypti) com reforço dos Agentes Comunitários de Saúde. Medidas antecipadas foram adotadas, como a nebulização veicular noturna e multa para quem impedir bloqueios contra dengue”, complementa a assessoria de comunicação da prefeitura.
Até o momento não há a necessidade de uma unidade de hidratação. Isso porque, a rede assistencial do município está atendendo normalmente a demanda de pacientes com diagnóstico positivo e suspeito da doença. “Estamos em alerta frente a uma epidemia tardia. O monitoramento contínuo nos permite tomar as decisões importantes para conter o avenço do Aedes”, afirma Daniela Bellucci, diretoria do Departamento de Vigilância em Saúde.

Cíntia Souza
Da Reportagem Local