Início - Citricultura Favorece a Preservação da Fauna e Flora Nas Fazendas de SP e MG
Cidades

Citricultura Favorece a Preservação da Fauna e Flora Nas Fazendas de SP e MG

Foto O Regional

Segundo pesquisa feita pela Embrapa, matas localizadas nas proximidades dos pomares de laranja, que têm vida produtiva de cerca de 20 anos, tornam-se estáveis e seguras para a vida animal; propriedades de SP e MG possuem 182 mil hectares de floresta preservada.
A perenidade da citricultura cria condições favoráveis para a preservação da biodiversidade nas fazendas.
Como as árvores de citros têm vida produtiva de cerca de 20 anos, sem movimentação frequente da terra ou da cobertura verde, e o sistema de cultivo demanda baixo trânsito de equipamentos invasivos, as matas localizadas nas proximidades dos pomares tornam-se estáveis e seguras para a vida animal. Além disso, os frutos servem como alimento para pássaros e pequenos animais.
Dentro das propriedades citrícolas do cinturão de São Paulo e Triângulo/Sudoeste de Minas Gerais, maior região produtora de laranja e suco de laranja do mundo, existem 181.750 hectares de floresta preservada, uma relação de 1 hectare de mata nativa para cada 2,5 hectares com plantio de citros – os dados são de um levantamento feito pelo Fundecitrus com metodologia da Embrapa Territorial.
É por isso que animais silvestres, como veados, capivaras, tucanos e araras, são vistos com frequência nas proximidades e até mesmo em meio aos pomares de citros.

Ariane Pio
Da Reportagem Local