Início - Catanduvenses São Campeões Na 3ª Etapa Da Superliga De Xadrez, Em Rio Preto
Cidades

Catanduvenses São Campeões Na 3ª Etapa Da Superliga De Xadrez, Em Rio Preto

Foi realizado no último domingo, dia 23 de maio, em São José do Rio Preto, a 3ª etapa da Superliga de Xadrez. O evento foi realizado nas dependências do Sesc da cidade e reuniu 125 enxadristas de Catanduva, Araçatuba, Barretos, Bauru, Guaíra, Itajobi, Jaci, Mirassol, Santa Fé do Sul, São José do Rio Preto e Três Fronteiras.
A delegação catanduvense participou com 46 representantes e contou com o apoio da Prefeitura de Catanduva, que forneceu transporte e alimentação aos atletas do município. “Gostaria de agradecer às secretárias municipais Tânia Aparecida Ribeiro Fonseca (Educação) e Maria Rita Aguilar Araújo (Esportes), pois ambas as secretarias têm nos dado apoio incondicional, o que é fundamental para o desenvolvimento deste trabalho de base que contempla centenas de crianças e adolescentes em nossa cidade.”, informou o professor Gleison Begalli Rocha, presidente do CXC – Clube de Xadrez Catanduva.
Após seis rodadas de disputa, o time da Cidade Feitiço conquistou cinco títulos e sete vice-campeonatos . Rubens Bottós Neto (do Colégio São Mateus) e Isaac Manoel Morrison (da Associação Lar da Criança) dominaram o torneio 1 (para jogadores até 12 anos de idade), conquistando, cada um, cinco vitórias e um empate. Rubens foi o campeão na sub-10 masculino e Isaac na sub-12. Já na divisão feminina, Pietra Elias Bottós (São Mateus), com três vitórias e um empate, foi campeã sub-08 anos; e Laura Torres (Lar da Criança) campeã sub-12, com quatro triunfos e um empate).
Já no torneio 2, para jogadores acima de 12 anos, o destaque catanduvense foi o jovem Breno D’Alkmin Pereira da Silva, que, com onze anos, esteve perto da façanha de conquistar o título principal do evento. O prodígio liderava a prova até a última rodada após vencer seus cinco primeiros compromissos e seria campeão com um empate na partida final. Mesmo enfrentando um adversário 25 anos mais velho, Breno teve possibilidades de vitória, mas por fim foi derrotado pelo enxadrista rio-pretense e campeão geral da prova, Marco Aurélio Tonon.
O presidente de honra do Clube de Xadrez, Antônio Celidôneo Ruette, observa que “é com enorme satisfação que acompanho o pleno desenvolvimento da prática enxadrística em nosso município e região, essa arte fascinante desenvolve o intelecto de nossos jovens e é uma ferramenta pedagógica poderosa”.
O evento arrecadou 40 kgs de arroz, que, ao final, foram doados ao Fundo Social de Rio Preto.

Da Reportagem Local