Cidades

Catanduvenses São Campeões Na 3ª Etapa Da Superliga De Xadrez, Em Rio Preto

Foi realizado no último domingo, dia 23 de maio, em São José do Rio Preto, a 3ª etapa da Superliga de Xadrez. O evento foi realizado nas dependências do Sesc da cidade e reuniu 125 enxadristas de Catanduva, Araçatuba, Barretos, Bauru, Guaíra, Itajobi, Jaci, Mirassol, Santa Fé do Sul, São José do Rio Preto e Três Fronteiras.
A delegação catanduvense participou com 46 representantes e contou com o apoio da Prefeitura de Catanduva, que forneceu transporte e alimentação aos atletas do município. “Gostaria de agradecer às secretárias municipais Tânia Aparecida Ribeiro Fonseca (Educação) e Maria Rita Aguilar Araújo (Esportes), pois ambas as secretarias têm nos dado apoio incondicional, o que é fundamental para o desenvolvimento deste trabalho de base que contempla centenas de crianças e adolescentes em nossa cidade.”, informou o professor Gleison Begalli Rocha, presidente do CXC – Clube de Xadrez Catanduva.
Após seis rodadas de disputa, o time da Cidade Feitiço conquistou cinco títulos e sete vice-campeonatos . Rubens Bottós Neto (do Colégio São Mateus) e Isaac Manoel Morrison (da Associação Lar da Criança) dominaram o torneio 1 (para jogadores até 12 anos de idade), conquistando, cada um, cinco vitórias e um empate. Rubens foi o campeão na sub-10 masculino e Isaac na sub-12. Já na divisão feminina, Pietra Elias Bottós (São Mateus), com três vitórias e um empate, foi campeã sub-08 anos; e Laura Torres (Lar da Criança) campeã sub-12, com quatro triunfos e um empate).
Já no torneio 2, para jogadores acima de 12 anos, o destaque catanduvense foi o jovem Breno D’Alkmin Pereira da Silva, que, com onze anos, esteve perto da façanha de conquistar o título principal do evento. O prodígio liderava a prova até a última rodada após vencer seus cinco primeiros compromissos e seria campeão com um empate na partida final. Mesmo enfrentando um adversário 25 anos mais velho, Breno teve possibilidades de vitória, mas por fim foi derrotado pelo enxadrista rio-pretense e campeão geral da prova, Marco Aurélio Tonon.
O presidente de honra do Clube de Xadrez, Antônio Celidôneo Ruette, observa que “é com enorme satisfação que acompanho o pleno desenvolvimento da prática enxadrística em nosso município e região, essa arte fascinante desenvolve o intelecto de nossos jovens e é uma ferramenta pedagógica poderosa”.
O evento arrecadou 40 kgs de arroz, que, ao final, foram doados ao Fundo Social de Rio Preto.

Da Reportagem Local