Cidades

Catanduva Tem Doses Da Vacina De Sarampo E Nenhum Caso

Em meio a um surto de sarampo em algumas cidades do estado de São Paulo, uma nota emitida pelo Ministério da Saúde fez um alerta para que mães e pais que vão viajar com os filhos, de seis meses a menores de um ano de idade, para município em situação de surto de sarampo, vacinem suas crianças com no mínimo 15 dias de antecedência da data da viagem.
A Secretaria Municipal de Saúde de Catanduva informou que levantamento feito pelo setor de Vigilância Epidemiológica aponta para índices de cobertura vacinal abaixo do preconizado pelo Ministério da Saúde, que é de 95%. Até o momento, Catanduva não tem caso confirmado de sarampo. De acordo com o mais recente boletim, 42,2% dos bebês de um ano e 33,26% de bebês com 1 ano e 3 meses tomaram a vacina até junho. Além disso, pelo calendário de imunizações, dos 12 meses de vida aos 29 anos, é preciso receber duas doses da vacina, com intervalo de 30 dias. Aos profissionais de saúde, também são recomendadas duas doses, independente da faixa etária. Quem já tomou as duas doses já estão vacinadas sendo assim, não precisa tomar novamente. De 30 anos nascidos a partir de 1960, a indicação é para uma dose da vacina. Se a pessoa já tem uma dose registrada em caderneta, é considerada vacinada e, por isso, não precisa tomar novamente.
Segundo a Secretaria de Saúde de Catanduva, na cidade, a vacina está disponível nas unidades de saúde, com exceção da UBS do Salles. O atendimento vai das 7h às 17h. Quem ainda não se imunizou, pode procurar o posto com sala de vacina mais próximo de sua casa: UBS Central, USF Imperial, USF Flamingo, USF Euclides, USF Santa Rosa, USF Lunardelli, USF Nosso Teto, USF Santo Antônio, USF Gavioli, USF Pedro Nechar, USF Alpino, USF Bom Pastor, USF Pachá, USF Del Rey, USF Nova Catanduva, USF Solo Sagrado, UBS Vila Soto e UBS Vertoni, USF Theodoro Rosa Filho, USF Monte Líbano, UBS Parque Glória, USF Gabriel Hernandes.

Ariane Pio
Da Reportagem Local