Cidades

Catanduva Reúne 4.544 Microempreendedores Individuais

Como Empresa Agora, estão disponíveis agentes de desenvolvimento no Poupatempo (Divulgação)
Assine

Catanduva reúne 4.544 Microempreendedores Individuais (MEIs). Nos seis primeiros meses deste ano, foram 142 empresas do tipo abertas na Cidade Feitiço. Os dados são do Portal do Empreendedor.
Catanduva tem mais MEIs do que outra cidade que possuem o mesmo porte. Barretos por exemplo, que soma 120 mil habitantes, tem 4.354 microempreendedores individuais. O que corresponde a 190 empresas do tipo a menos na outra cidade. Já Sertãozinho tem mais 646 MEIs. Apesar de ter porte próximo ao dos catanduvenses, são mais de dois mil habitantes de diferença.
Entre os resultados que colaboram para o balanço da Cidade Feitiço com relação à abertura de microempresas, está o incentivo e apoio aos pequenos empresários, por meio de parceria da prefeitura e do Sebrae. Catanduva tem como novidade nesse setor o Programa Empresa Agora. Os resultados seguem os dados de 2017, ano em que foram registradas 955 empresas do tipo.
Com o Empresa Agora, estão disponíveis agentes de desenvolvimento no Poupatempo, para atendimento exclusivo dos microempreendedores.
“No local, os empreendedores já constituídos ou os cidadãos interessados em se formalizar podem tirar dúvidas com técnicos capacitados, agendar capacitações pelo Sebrae, contar com serviços gratuitos de constituição e licenciamento (regularização perante os Governos Federal, Estadual e Municipal), ter acesso aos boletos para recolhimento de tributos e, caso necessitem, solicitar empréstimo com juros baixos pelo Banco do Povo Paulista. O conjunto de serviços é pioneiro na região”, informa a assessoria de imprensa da prefeitura.
Análise do mesmo porte
Os dados de 2018 da Cidade Feitiço são positivos, ainda conforme o balanço. A média é de uma empresa do tipo aberta a cada dois dias. Já Barretos teve 229 encerradas e Sertãozinho 612 exclusões de MEIs.
O programa Empresa Agora conta com o apoio do Sebrae, Associação Comercial e Empresarial (ACE), Sindicato Rural e Sindicato do Comércio Varejista (Sincomercio).

Cíntia Souza
Da Reportagem Local