Cidades

Catanduva Fecha 2019 Com Maior Saldo De Empregos Em Sete Anos

Segundo dados do Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, órgão que é diretamente ligado ao Ministério da Economia, Catanduva encerrou o ano de 2019 com 1.194 trabalhadores com carteira assinada. Trata-se do maior saldo de empregos desde 2012. O levantamento foi divulgado na última sexta-feira, dia 24 de janeiro. “O maior volume de contratações ficou para o setor de serviços, responsável por inserir 685 pessoas no mercado de trabalho. Na sequência, aparece a construção civil com 280 trabalhadores e, em terceiro, a agropecuária, com 255. O comércio garantiu 39 vagas e o serviço de indústria de utilidade pública ficou com 10. No ano passado, apenas dois setores tiveram baixas: a Indústria de Transformação, com 56 empregos a menos, e a Administração Pública, com 19 desligamentos, fruto também das medidas para a contenção de gastos do governo municipal”, informa nota oficial encaminhada à equipe do O Regional pela Prefeitura de Catanduva.
Conforme as informações, apesar de o mês de dezembro ter fechado no vermelho (com 669 empregos criados e 981 desligamentos), seguindo a tendência estadual e nacional, a retração não impediu que o município tivesse o seu melhor desempenho na geração de empregos desde 2012.
O secretário de Desenvolvimento, Emprego e Relação de Trabalho, Fabio Rinaldi Manzano, ainda pontuou: “Estamos na expectativa das contratações da Havan e do Muffato, que devem gerar cerca de 500 novas vagas. Aliado às vagas geradas durante as obras, bem como outras advindas do crescimento das empresas já existentes, fruto da retomada de crescimento de nosso país, esse crescimento deve fazer um ano de 2020 de bastante desenvolvimento e emprego para Catanduva”.

Da Reportagem Local