Início - Bax Catanduva Vence Sua Primeira Partida na Liga de Basquete Feminino
Cidades

Bax Catanduva Vence Sua Primeira Partida na Liga de Basquete Feminino

Buenas Comunicação

Um dia para ficar na história: domingo, 02 de maio, o AEC/Tietê/Bax Catanduva venceu sua primeira partida na história da Liga de Basquete Feminino (LBF).
Ao derrotar a equipe carioca Sodiê Doces/Mesquita/LSB por 100 a 79, as comandadas do técnico Cesamar Fernandes lavaram a alma depois de quatro derrotas consecutivas na competição de 2021.
Destaque para a ala-armadora Thaissa Frediani, com 31 pontos, oito rebotes, nove assistências e 38 de eficiência. Ela recebeu o troféu Voe Gol de Melhor Jogadora da Partida (MVP).
A ala-pivô Nicolle Chirinda, com 19 pontos e 11 rebotes, e a pivô Lorraine Milton, com 15 pontos e 13 rebotes, conquistaram duplo-duplo.
Foi a primeira vitória do projeto catanduvense, iniciado em 2017, na LBF. Em 2018, a equipe disputou 16 partidas, sem nenhum triunfo. Catanduva voltou a comemorar uma vitória no basquete feminino pela primeira vez desde 19 de março de 2012, quando o Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva, antigo projeto campeão brasileiro em 2009, derrotou o Maranhão Basquete pelas quartas de final da LBF 2011/2012. Natalia Burian fazia parte daquele elenco, que tinha, entre outros nomes, Gil (pivô, hoje no Sampaio Basquete) e Palmira (ala, hoje no Ituano Basquete).
Foi também a primeira contagem centenária registrada na LBF desde março de 2019, quando Blumenau derrotou a mesma Sodiê Doces/Mesquita/LSB na rodada de estreia da temporada.
Determinação desde o aquecimento
A determinação das atletas catanduvenses já era vista desde o aquecimento da equipe. Muito mais que acompanhar o ritmo da música que embalaa as horas que antecediam a partida, o grupo estava focado e unido. O único objetivo era vencer.
Quando a bola subiu, Catanduva tratou de impor seu ritmo de jogo, com sua principal característica: velocidade na transição das jogadas. No primeiro período, Thaissa anotou 12 pontos na primeira parcial de 26 a 21.
A intensidade catanduvense foi ainda mais eficiente no segundo quarto, quando a equipe explorou o jogo interno e chutou 55,6% do garrafão, distribuindo bem os pontos entre o elenco. A vantagem ampliou para 13 no intervalo (54×41).
No segundo tempo, nada mudou. As bolas seguiam caindo para as donas da casa (68% de aproveitamento geral), com Thaissa muito inspirada nos pontos e assistências.
O último período viu uma queda na produção de ambos os lados, mas nada era capaz de tirar a vitória e a festa do AEC/Tietê Agroindustrial/BAX Catanduva.
O técnico Cesamar Fernandes credita a vitória ao foco e espírito coletivo da equipe, que como um todo, segundo ele, apresentou-se muito bem. “A vitória nos traz mais tranquilidade para seguirmos. Porém, é necessário mantermos os pés no chão, uma vez que cometemos muitas falhas, tanto que o adversário fez 79 pontos, ou seja, nossa defesa pecou”, analisa.
Segundo ele, houve erros de rebote e na defesa como um todo. O jogo teve ataque muito forte e defesa um tanto fraca. E esse deve ser o foco no trabalho para os próximos compromissos do time catanduvense. “Ganhamos de uma equipe forte, que chegou a liderar a competição e que ganhou jogos importantes. Vamos com moral para os próximos compromissos dessa semana”, afirma.
Ele diz ainda que as bancárias corresponderam bem, mantendo o ritmo do jogo com o mesmo nível. “Estão todos de parabéns: as meninas, o Michael (preparador físico), a Tati (auxiliar técnica). Jogo foi equilibrado e conseguimos abrir a vantagem aos poucos”, finaliza.
Agora, é esquecer o domingo e focar nos próximos compromissos, continuar crescendo na competição para obter boa classificação na primeira fase e seguir para a próxima com mais tranquilidade.
Classificação e próximos jogos
Com isso, o Bax Catanduva ocupa a sexta colocação com seis pontos.
Na sexta-feira, 07 de maio, Catanduva enfrenta o Santo André/Apaba, na casa do adversário (e último colocado), às 17 horas. No domingo, dia 09 de maio, encara o Sampaio Basquete, também fora de casa.

Myllaynne Lima
Da Reportagem Local