Cidades

Acidentes de Verão Resultam em Pacientes Paraplégicos ou Tetraplégicos

A maioria dos acidentes de verão resulta em pacientes paraplégicos e tetraplégicos. O alerta é resultado de pesquisa do Instituto de reabilitação Lucy Montoro de São José do Rio Preto e inclui pacientes de Catanduva. Só no ano passado, 10% dos casos de lesão medular, que foram atendidos pelos especialistas, estavam relacionados a acidentes causados por quedas em piscina, cachoeira e água rasa. Como resultado houve o comprometimento dos movimentos.
Ainda conforme o levantamento encaminhado a reportagem de O Regional, do total de vítimas, a maior parte era formada por homens em idade entre os 15 e 25 anos. Conforme informa a diretora e médica fisiatra do Instituto de Reabilitação, Regina Chueire, a falta de cautela e o consumo de álcool estão entre as principais causas. Ainda de acordo com a especialista, os banhistas devem tomar cuidado ao mergulhar em águas desconhecidas e no caso de cachoeiras, não mergulhar em águas com menos que o dobro da altura.
Além dessas orientações, a médica alerta para que os moradores não entrem na água ou mergulhem embriagados. Também recomenda que eles não participem ou permitam brincadeira quando estiver nadando ou mergulhando. Ao mergulhar, sempre que possível a dica é a de estender os braços ao lado da cabeça para protegê-la. “Evitar saltar de lugares muito altos e saltos ornamentais também ajudam a prevenir acidentes”, complementa a fisiatra.

Unidade de reabilitação
O Instituto de Reabilitação Lucy Montoro que fica na vizinha, Rio Preto, é unidade de atendimento ambulatorial e oferece reabilitação às pessoas com deficiência ou doenças que são potencialmente incapacitantes por meio de uma equipe multidisciplinar formada por fisiatras, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, assistentes sociais e outros profissionais especializados em reabilitação.
A unidade é referência no atendimento, ensino e pesquisa e faz dispensa de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção para os 102 municípios que compõem os Departamentos Regionais de Saúde (DRS) de Araçatuba e São José do Rio Preto. Entre eles Catanduva. Quem precisa desse tipo de tratamento deve ser encaminhado pelo serviço médico de uma rede pública de saúde. A unidade fica na avenida Jamil Feres Kfouri, nº 40 – no Jardim Panorama. A rede de Reabilitação foi criada em 2008 e conta com 19 unidades em funcionamento. São realizados mais de 100 mil atendimentos por mês.

Cíntia Souza
Da Reportagem Local