Cidades

Achados e Perdidos da Triângulo do Sol Tem Cartão de Crédito e Para-Choque

Assine

O setor de achados e perdidos da Triângulo do Sol tem cartão de crédito e até para-choque na região. A informação foi divulgada recentemente pela concessionária. Os objetos que foram encontrados na rodovia estão à disposição para a retirada pelos próprios proprietários.
O para-choque é de um veículo de passeio da marca Ford e o cartão de crédito é do Banco do Brasil, em nome de Daniela E. Agostinho. Também está na lista de achados e perdidos chapas de aço medindo aproximadamente 1 metro de largura por 2,5 metros de comprimento, além de três cones e tampas plásticas de reservatório.
“Caso não haja a retirada ou reclamação dos itens pelos proprietários em até 30 dias, estes serão doados, descartados, encaminhados à Polícia Militar Rodoviária ou destinados aos Correios. Os proprietários podem entrar em contato com a concessionária por meio do telefone 0800 701 1609 para receberem as orientações necessárias para a retirada”, informa o setor.
A empresa é responsável pela rodovia Washington Luís (SP-310) entre São Carlos e Mirassol, que inclusive tem trecho que passa por Catanduva. Mas a concessionária também responde pela rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326) que liga Matão a Bebedouro. Além da rodovia Carlos Tonanni / Nemésio Cadetti / Laurentino Mascari / Dr. Mario Gentil (SP-333), entre Sertãozinho e Borborema.

Correios tem
serviço semelhante
Assim como a Triângulo do Sol, os Correios oferecem o serviço de achados e perdidos que está disponível em nas agências centrais do país. A consulta dos documentos disponíveis para a retirada pode ser feita tanto nas unidades (aqui em Catanduva são três), além do site dos Correios.
O serviço foi criado há mais de 30 anos e tem o objetivo de encurtar o tempo e reduzir o custo da busca por documentos perdidos. Só no ano passado foram mais de 160 mil documentos cadastrados para a retirada, sendo que apenas 4% deles tiveram os donos encontrados.
Caso você tenha encontrado documentos de alguém, pode depositá-los no guichê de qualquer agência dos Correios ou em caixas de coleta. Quando são recebidos, os documentos ficam em envelopes e guardados, ficando disponíveis por um prazo de 60 dias.
“Para retirar o documento perdido, o cidadão deve apresentar outro documento que comprove sua titularidade e pagar uma tarifa de R$ 5,70. Documentos sob a guarda dos Correios só poderão ser entregues aos proprietários ou seus representantes legais, devidamente reconhecidos. Caso seja constatado que o documento perdido esteja em uma cidade diferente da qual o proprietário se encontra, é possível fazer uma solicitação para que ele seja enviado à agência mais próxima”, informa os Correios.

Cíntia Souza
Da Reportagem Local




Assine O Regional

Digital Mensal
R$21,30 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso(Sáb e Dom)
R$44,60 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$70,50 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo
Digital Anual
R$189,40 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital Anual + ImpressoTerça a Domingo
R$614,10 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo