Início - Ácaros: Como Identificar A Presença Deles E Evitar Alergias?
Cidades

Ácaros: Como Identificar A Presença Deles E Evitar Alergias?

Ácaros, imagem de microscópio

Sabe quando você chega num ambiente e logo o nariz começa a incomodar, os espirros vêm ou a pele começa a coçar? Esse é o sinal que eles estão por perto, os ácaros! No inverno esses microrganismos costumam incomodar com mais frequência e a solução é tomar algumas mediadas para evitar a presença deles em seu lar.
Os ácaros são animais invertebrados com membros rígidos e articulados, semelhantes aos carrapatos, e pertencem à classe dos aracnídeos. Muito encontrados na natureza, eles estão também dentro das casas. Um metro quadrado de um tapete em uma residência pode conter até 100 mil ácaros. Os chamados ácaros domésticos são bem pequenos, invisíveis a olho nu, e medem cerca de 0,5 milímetro.
Os ácaros domésticos vivem bem dentro das fibras de tapetes, travesseiros, almofadas, sofás, bonecos de pelúcia e roupas de cama. Ou seja, em vários lugares da casa que geralmente as pessoas têm muito contato. Eles adoram lugares úmidos, mas gostam mesmo é dos colchões. Segundo especialistas, há mais de 1,5 milhão de ácaros dividindo a cama com a gente! Acredite se quiser: depois de dois anos de uso de um colchão, 10% do peso dele é composto por ácaros!
A dermatologista Manuela Jorge informa que os ácaros podem provocar variadas crises alérgicas no corpo. “Como estão muito próximos de nós, é bastante comum inalarmos diariamente os excrementos dos ácaros e até mesmo restos desses bichos. Dentro do nariz, essas partículas entram em contato com os macrófagos, um tipo de célula de defesa do nosso organismo que libera uma substância chamada histamina. Esse processo causa uma irritação nas terminações nervosas, que desencadeia a coceira, estimula a produção de catarro e os espirros, iniciando assim uma crise de alergia”.
Para combater esses pequenos estorvos, a dica é procurar manter os travesseiros no sol durante o dia, pois o calor reduz a umidade e cria um ambiente inóspito para que o ácaro se reproduza. Roupas e cobertores devem ser lavados com frequência e procure trocar seu colchão se ele já tiver mais de 2 anos de uso.

André Santos
Da Reportagem Local