Cidades

4,2 Mil Faltas A Consultas E Exames Prejudicam Saúde

Secretária de Saúde de Catanduva divulgou que foram 4.219 faltas a consultas e exames agendados nos serviços de especialidades médicas contabilizadas ao longo do primeiro semestre de 2019. O que acarreta em um grande problema no fluxo de atendimentos na área da saúde. Segundo os dados da secretária, em média, são computadas 35 faltas por dia, quando contados os dias úteis de atendimento.
Os números das desistências refletem nos recursos públicos, nos profissionais e materiais destinados aos atendimentos não realizados. Dados da Secretaria Municipal de Saúde, 19% do volume reservado para exames não foram utilizados no período, devido às ausências, e representam um prejuízo de R$ 91.657,84. A proporção de faltas a consultas foi de 18%, condição que gerou R$ 15.980,00 de prejuízo. Se somar os valores passam de R$ 107.000,00 o total do prejuízo.
“A oferta pelos serviços existe, mas precisamos otimizar a demanda. Para isso, é necessária uma sensibilização dos usuários para que avisem em caso de falta”, ressalta Ronaldo Carlos Gonçalves Júnior, secretário municipal de Saúde.
“Além de prejudicar o tratamento do usuário, o não comparecimento sem aviso prévio compromete o fluxo do sistema público de saúde, já que o horário vago poderia ser aproveitado por outro que aguarda na fila, se a falta fosse avisada em tempo hábil” explica a Secretária da Saúde.
Por isso, a prefeitura tem objetivo de reverter os dados, as equipes de saúde de referência avisam os pacientes sobre o agendamento e fazem as devidas orientações sobre como proceder em caso de faltas. Os usuários agendados são alertados a comunicar a ausência com 48 horas de antecedência. Em alguns exames específicos, como endoscopia e colonoscopia, o setor de regulação da secretaria entra em contato com o paciente e reforça a orientação sobre a importância de comparecer ao atendimento.
Se acaso precisar desmarcar o agendamento, o morador pode ligar na unidade de saúde do bairro, justificando o motivo e, assim, remarcar o atendimento médico.

Ariane Pio
Da Reportagem Local